fbpx
Pular para o conteúdo
Rear view of businessman with hands in pockets in a big data center

Infra de TI: Qual é o futuro do Data Center?

Quando se fala em infraestrutura de TI, um termo comumente citado é Data Center. No contexto da transformação digital, os computadores são usados em quase todos os aspectos do negócio, mantendo dados e recursos essenciais para o funcionamento da operação e lucratividade.

A VMware define Data Center como uma instalação física centralizada onde se encontram computadores corporativos, rede, armazenamento e outros equipamentos de TI que dão suporte às operações de negócios. Essa instalação é essencial porque a partir dela é possível manipular aplicativos, serviços e dados.

O avanço da tecnologia permite que os Data Centers hoje não precisem mais seguir o modelo tradicional, que se consistia na maioria das vezes em vários armários do tipo Racks, ocupando uma sala inteira. Buscando uma maior segurança dos recursos e até mesmo a possibilidade de acessar os Servidores em locais remotos e executar cargas de trabalho maiores, algumas empresas têm optado por virtualizar os Data Centers usando nuvens públicas ou privadas.

Por que os Data Centers são estratégicos

No cenário atual, no qual as empresas precisam se posicionar cada vez mais perante as tendências de tecnologia para crescimento do negócio, muitas vezes a própria tecnologia presente na empresa acaba sendo um empecilho para a sua expansão. Se uma organização tem uma demanda muito urgente de se expandir, mas o seu Data Center não está preparado para esse crescimento, consequentemente haverá muito mais gastos na compra de hardwares ou softwares preparados para o volume de dados que será criado, sem contar o tempo de implementação e as possíveis paradas no ambiente de TI enquanto essa atualização não ocorre.

As estratégias de expansão do negócio devem considerar os investimentos em Data Center como ações proativas. Incidentes ou a queda de desempenho da empresa por conta da infraestrutura de TI podem gerar dores de cabeça desnecessárias para o time de TI, bem como perdas financeiras que podem impactar severamente a empresa.

Virtualização: O futuro do Data Center?

À medida que as empresas precisam se expandir, muitas delas percebem que os Data Centers físicos apresentam algumas limitações. A dependência de hardware e de espaço, por exemplo, podem gerar alguns contratempos para os departamentos de TI. Com a possibilidade de virtualização, o poder de processamento e a memória são separados do hardware em uma máquina virtual. Dessa forma, os administradores podem criar uma infraestrutura de Data Center virtual usando servidores remotos para compartilhar a carga de trabalho e armazenamento.

Entre as principais vantagens dos Data Centers virtuais, podemos citar:

  1. Menos equipamentos, energia e espaço utilizado do que um Data Center físico tradicional;
  2. Possibilidade de acessar uma nuvem pública ou privada quando forem necessários mais recursos computacionais de armazenamento ou processamento;
  3. Todos os serviços, incluindo rede e armazenamento, são oferecidos por meio de software, e não de hardware.

Existem várias opções para empresas que desejam virtualizar os seus Data Centers. Por exemplo, é possível contratar um Data Center virtualizado como serviço, no qual um Provedor assume o gerenciamento e a entrega das principais operações, redes e armazenamento de uma empresa. Uma alternativa é utilizar parte da própria infraestrutura para criar uma nuvem privada, ou até mesmo usar uma combinação de nuvens públicas e privadas, o que é conhecido como ambiente de nuvem híbrida.

Há ainda a possibilidade de fazer com que o Data Center virtual coexista com o Data Center físico, funcionando de forma paralela. A infraestrutura hiperconvergente (HCI), por exemplo, integra equipamentos de computação, armazenamento e rede com software de virtualização, otimizando a execução como um sistema único. Essa tecnologia permite que as tarefas e operações que anteriormente exigiam que o hardware do servidor fosse ajustado manualmente sejam automatizadas.

Data Center flexível

As tendências como virtualização, HCI e nuvem permitem que os Data Centers se tornem mais flexíveis, podendo gerenciar grandes quantidades de dados, economizar na manutenção, infraestrutura, espaço e energia. Outro aspecto importante é a flexibilidade na escolha de um hardware. Com o aumento exponencial da quantidade de dados gerada diariamente, a escalabilidade e o poder de processamento dos Data Centers se tornam cada vez mais importantes, e plataformas de infraestrutura como serviço (IaaS) com base na nuvem, são executadas em uma variedade de hardwares diferentes.


Saiba mais sobre os requisitos para um Data Center moderno em nosso artigo Entendendo os Data Centers modernos.

Compartilhe esse Post

Como ser um gestor de TI inovador?

A inovação pode ser um grande diferencial competitivo e os gestores da área de TI têm papel de destaque nesse processo, que deve estar sempre

Preencha com seus dados para acessar a ferramenta: